Cidades

Após 30 anos no corredor da morte, homem é libertado nos Estados Unidos

ANTHONY RAY HINTONDepois de quase 30 anos no corredor da morte, um homem acusado de roubo e assassinato foi libertado nesta sexta-feira (3) de uma prisão no Alabama, Estados Unidos. De acordo com o G1, a juíza Laura Petro, do tribunal do Condado de Jefferson, afirmou que não havia evidências suficientes contra Anthony Ray Hinton na acusação de assassinato de dois homens durante roubos a restaurantes, em 1985. “Estamos felizes de que Hinton finalmente seja libertado, porque passou desnecessariamente muitos anos no corredor da morte do Alabama quando a evidência a favor de sua inocência era tão clara”, afirmou o principal advogado de Hinton, Bryan Stevenson. Quando foi preso, Hinton tinha 29 anos, mas a polícia não encontrou testemunhas visuais ou impressões digitais do acusado na cena do crime. Após um episódio similar em outro restaurante, ele foi apontado como suspeito pelo gerente, que ficou gravemente ferido. Segundo Hinton, ele estava trabalhando, a 24 km do local, no momento do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo