Cotidiano

Aplicativo que conecta pais e professores chega ao Brasil

163994Pais e educadores brasileiros já podem se cadastrar no Remind pelo  https://www.remind.com/ – a ferramenta de comunicação gratuita que é sucesso no mundo. Usado por cerca de 1 milhão de professores e 17 milhões de pais e alunos somente nos Estados Unidos, Remind chega ao Brasil graças à iniciativa da Fundação Lemann, que lança a versão em português do aplicativo.
 
O Remind estimula o engajamento dos pais na educação dos filhos, além de facilitar a comunicação dos professores com seus alunos. Disponível tanto via web (para quem não tem smartphone, o aplicativo permite que documentos sejam anexados de um computador da escola e pais e alunos se cadastrem por e-mail para receber avisos e lembretes) quanto em smartphones e tablets com sistemas operacionais Android e iOS, a ferramenta possibilita que os educadores enviem comunicados, como a atualização da lição de casa, e mandem foto direto da sala.
 
“Com isso, pais e responsáveis não precisam lidar com volume de papel indo e vindo todos os dias, o que simplifica a vida de todos”, explica Lucas Machado Rocha, coordenador de projetos da Fundação Lemann.Simplifica e melhora. De acordo com estudo conduzido pela Universidade de Harvard, uma comunicação eficaz entre professores e familiares dos alunos aumenta em 42%, em média, as chances dos estudantes completarem os deveres de casa e reduz em 25% o número de vezes em que o professor precisa redirecionar a atenção dos alunos para a tarefa principal.
 
“A comunicação entre pais e professores é fundamental para o sucesso do aluno e o Remind ajuda muito nessa área”, conclui Lucas. Para desenvolver a ferramenta, os fundadores do Remind perguntaram para 200 professores o que eles esperavam de um aplicativo para a sala de aula. A resposta? Um jeito simples de aumentar o engajamento de pais e responsáveis na vida escolar dos filhos.
 
“A Fundação Lemann acredita muito nesse engajamento como forma de melhorar a Educação e, por isso, lança o Remind para que pais brasileiros possam se envolver de uma maneira rápida, segura e eficiente”, afirma Lucas.(iG)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo