Esportes

Aos 45 anos, Fofão revela preocupação com a renovação do vôlei feminino nacional

FOFAO - VOLEYEm entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a levantadora Fofão comentou sobre as mudanças ocorridas no voleibol brasileiro, e se mostrou preocupada com a renovação na seleção brasileira da modalidade. Completando 45 anos nesta terça-feira (10), a jogadora descreveu como preocupante a situação das divisões de base da equipe nacional.
“Acontecem as coisas para aí pensarem no que fazer. Tem que ser o contrário. O Brasil não está ganhando mais nas divisões de base, isso me preocupa muito, porque o Brasil sempre ia bem nos Mundiais” salientou a atleta do Rio de Janeiro, que criticou a falta de um planejamento já visando o período posterior aos Jogos Olímpicos de 2016. “Não dá para pensar só depois de 2016, precisa preparar uma geração. E esse processo é um pouco lento no Brasil. É muito difícil não ver jogadores da seleção juvenil subirem para o adulto. Tá faltando interesse? O que está faltando?”, questionou.
Com 30 anos de carreira, Fofão conquistou importantes títulos nacionais e internacionais, sendo medalhista de ouro nos Jogos de Pequim 2008 e levando seis Grand Prix pela Seleção Nacional. Além disso, foi ouro no Pan de 1009 e Campeã Europeia e Mundial de Clubes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo