Geral

Ao lado de Dilma, Lula diz que ‘tem que prestar atenção nas pessoas que não protestam’

LULA E DILMA - CASAMENTONo concorrido casamento do cardiologista Roberto Kalil Filho e da endocrinologista Claudia Cozer, no sábado (9), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que não pode ser contra as pessoas que protestam, em referência ao panelaço durante a propaganda eleitoral do PT na última terça-feira (5). Dividindo a mesa com a presidente Dilma Rousseff (PT) e os presidentes da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB), Lula disse não ter visto ou ouvido as manifestações contrárias ao programa eleitoral petista. “Olha, eu não vi, eu não ouvi o panelaço. Eu estava no meu escritório, lá [na região do Ipiranga] não teve panelaço, em São Bernardo foi fraco. Eu não vou ser contra as pessoas que protestam. Mas eu acho que a gente tem que prestar atenção também nas pessoas que não protestam”, apontou Lula, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Para o ex-presidente, o segundo mandato de Dilma ainda não começou. “Eu digo que o segundo mandato da Dilma ainda não começou. Ela está arrumando a casa. O Brasil é muito rico, forte, vai superar, vai deslanchar”, teria respondido o petista ao brindar com uísque a chegada do senador Omar Aziz (PSD-AM), único a degustar com ele o destilado: “Político, na frente de jornalista, só bebe vinho. Finalmente encontrei alguém para brindar com uísque”. Também no casamento, o presidente da Câmara acabou relegado a segundo plano pela própria família: ficou sozinho na mesa enquanto a mulher e a filha tiravam fotografias com a presidente Dilma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo