Cidades

André Eloy afirma que prefeito de Cruz das Almas tenta intimidá-lo com promoção de condenação em 1ª instância

Secretário foi condenado por danos morais.

Após a publicação de uma decisão judicial na qual é condenado a pagar uma indenização de R$ 60 mil por danos morais ao Juiz Corregedor do Tribunal Regional Eleitoral Josevando Souza Andrade, o secretário municipal de saúde de Mutuípe, André Eloy (PRB), minimizou o caso e atacou o prefeito de Cruz das Almas, Orlandinho (PT).

 

Ao Bahia Notícias, André afirmou que já recorreu da decisão de primeiro grau, em abril, e que a denúncia feita “nada mais é que uma reação do grupo político do atual prefeito de Cruz das Almas e seus aliados, numa tentativa clara de intimidação as pessoas que se opõem ao seu modelo ineficaz de gestão”.

 

Eloy, que perdeu a eleição de 2016, enquanto candidato a vice-prefeito de Cruz das Almas, na chapa de Ednaldo Ribeiro (PMDB), diz ainda que desde 2004 sofre com a “fúria” dos “oponentes”.  Segundo ele, a perseguição ocorre por vários meios: “Sejam em pichações de muros, sejam com panfletos apócrifos, sejam com cards pejorativos nas redes sociais, através, sobretudo, de perfis falsos e no aplicativo de whatsapp”.

 

André Eloy diz também ter “certeza de que a justiça ainda será feita” e que provará a inocência perante tribunal. “Não menti, não desrespeitei, todavia, estou disposto a assumir as consequências que a justiça estabelecer, seja em qual sentido for. Reafirmo meu compromisso com a verdade”, concluiu. (Informações Bahia Notícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo