Notícias

Ameaças impedem transferência de Mução para presídio em Recife

Rodrigo Vieira Emereciano, 35 anos, conhecido como Mução, preso na quinta-feira (28) na operação Dirty Net da Polícia Federal e acusado de pedofilia, não poderá ser transferido para o Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Recife, por sofrer ameaças dos detentos. Na unidade prisional, acusados de pedofilia costumam ser linchados. Segundo o site do jornal Diário de Pernambuco, os presos já aguardavam a chegada de Mução para realizar atos de violência e teriam feito ameaças de morte. Por conta disso, a Polícia Federal impediu a transferência do radialista para o Cotel e ainda avalia para onde o encaminhará. Mução presta depoimento desde às 9h30 na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF). E continua a negar participação no caso e desconhecer os fatos apresentados pela PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo