Sem categoria

Amargosa: Dívidas deixadas por ex-prefeito Valmir Sampaio prejudicam nova administração

PMA_01A equipe de trabalho da Secretaria de Finanças do Município de Amargosa realizou nos dois primeiros meses do ano, um levantamento a respeito das dívidas do município de Amargosa.

Com o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), o total da dívida do Município de Amargosa é de aproximadamente R$ 29 milhões, sendo que, deste valor, cerca de R$ 17 milhões, que correspondem a quase 60% do total, foram contraídos entre os anos de 2008 e 2012, ou seja, no segundo mandato do ex-prefeito.

Além disso, foram deixados sem pagamento pelo ex-gestor do Município de Amargosa, Sr. Valmir Sampaio, mais de 10 mil reais, referentes ao aluguel do Prédio do INSS, onde funcionam as Secretarias de Educação, Administração e Finanças, entre os meses de setembro e dezembro de 2012. Ainda com relação a este imóvel, existe outra dívida de R$ 5 mil, em contas de água e energia elétrica.

Prefeitura e demais Secretarias do Município de Amargosa estão sem telefone, isso por que, o ex-prefeito não pagou as contas após o mês de outubro. O valor chega perto dos R$ 3 mil.

Fora as dívidas citadas acima, o ex-prefeito de Amargosa interrompeu, sempre após o mês de outubro, o pagamento para um dos principais fornecedores de medicamentos. O valor do débito gira em torno dos 50 mil reais.

A Secretaria de Finanças tem se esforçado para sanar todos esses débitos remanescentes. Em relação ao INSS, o não pagamento, pode acarretar em vários problemas como, por exemplo, a falta de Certidão Negativa de Débito (CND), que impede o município de celebrar novos convênios.

Em contraponto, a gestão atual da prefeita Karina Silva, mesmo tendo ciência de que os débitos não foram gerados na sua administração, quitou mais de R$ 250 mil reais com o INSS, referentes a valores de dezembro e do 13º salário e parcelou o restante da dívida, já tendo efetuado o pagamento da primeira parcela, para haver a libração da CND. O alugueis referentes ao Prédio do INSS serão pagos até o final da semana.

Cerca de 20% da dívida com os fornecedores de medicamentos já foram pagas e o setor responsável efetuará o restante do pagamento nos próximos dias. A concessionária de telefonia também terá sua situação regularizada nesse início de mês.

Fonte: Blog do Valente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo