Cidades

Amargosa: Coligação denuncia prefeito por abuso de poder político

A coligação “Amargosa Pode Muito Mais”, liderada por Karina (PSB), protocolou junto ao Juiz Eleitoral da 36ª Zona Eleitoral, na última sexta-feira (14), uma representação eleitoral contra o prefeito Valmir Sampaio (PT), o secretário de administração, Reinaldo C. Ferreira e os candidatos a prefeito e a vice apoiados pelo prefeito petista, Julio Pinheiro e Nilson Cintra. Na representação, é requerida a investigação das condutas do prefeito e seu secretário de administração que se enquadram no que a legislação define como abuso de poder político, em razão da desordenada admissão de funcionários. As informações, colhidas no sistema do Tribunal de Contas, demonstram um acréscimo de R$ 408.558,04 na folha de pagamentos do mês de julho de 2012, em relação ao mês de junho deste mesmo ano. Se observadas as contratações temporárias realizadas a partir de 6 de julho percebe-se que em janeiro de 2012 existiam 429 contratos relacionados, o que correspondia a R$ 395.739,09. Em junho de 2012 eram 426 funcionários, representando um montante de R$ 389.210,45. O que causa espanto é que em julho de 2012 esses números foram elevados em quase três vezes: estão registrados 1.021 contratados, implicando no pagamento mensal de R$ 1.157.510,19. Além dessas evidências há também a acusação de contratação sem o devido processo licitatório, favorecimento de servidores com vantagens e gratificações e aumento exorbitante na concessão de licença prêmio no mês de agosto deste ano. As acusações estão baseadas na legislação eleitoral que recomenda o equilíbrio entre os concorrentes e impõe regras com vistas ao controle da legalidade do processo eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo