Cotidiano

Aliança Pelo Brasil quer ter candidato em Salvador e refuta dobradinha com carlismo

Se for criado no prazo vigente antes da eleição de 2020, o Aliança Pelo Brasil chega com planos ambiciosos na Bahia. A sigla a ser comandada nacionalmente pelo presidente Jair Bolsonaro pretende lançar candidato próprio em Salvador.

O BNews apurou junto a apoiadores da nova agremiação que está, ainda, totalmente descartada uma dobradinha com o grupo do prefeito ACM Neto (DEM) – a quem os correligionários classificam como político de “centro-esquerda”. Em Salvador, o democrata é aliado do PSL, antigo partido dos bolsonaristas e que hoje está rompido com o Palácio do Planalto.

Os apoiadores baianos se reuniram pela primeira vez para discutir as diretrizes de formação do partido no último sábado (21). Na ocasião, ficou definido o calendário de ações para a coleta de assinaturas na capital baiana.

O Aliança Pelo Brasil terá que bater recorde de tempo para ser formado, já que tem apenas cerca de 100 dias para coletar as assinaturas necessárias e lançar candidatos em 2020. O partido mais rápido criado no Brasil até agora foi o PSD, em cerca de 200 dias.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo