Cidades

Aliados dizem que será difícil engavetar nova denúncia contra Temer

O Congresso vive a expectativa de que uma possível segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, desta vez por obstrução de justiça e formação de organização criminosa, seja apresentada pelo Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a qualquer momento.

Janot encerra o mandato à frente do Ministério Público Federal (MPF) no próximo dia 17, quando será substituído por Raquel Dodge. Até lá, deve agir. Temendo o pior, o presidente já se reuniu com Rodrigo Maia e aliados do Planalto, antes de sua viagem à China – de onde só retorna na próxima semana -, com o objetivo de traçar um panorama sobre o cenário que encontraria, entre a base governista, caso precise se defender de mais uma investigação.

Segundo o colunista Lauro Jardim, de O Globo, alguns ministros disseram, no entanto, que a realidade “pintada” por Maia não foi das mais animadoras. Segundo o presidente da Câmara, muitos dos aliados estão insatisfeitos com as promessas feitas por Temer, para se livrar da primeira denúncia, e que ainda não foram cumpridas.

Noticiasaominuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo