Geral

Alerta: Brasil é o 5º país com mais obesos no mundo

OBESO - BARRIGAA obesidade é mais do que um problema com a aparência, é um perigo para a saúde. Milhares de mortes relacionadas ao problema acontecem todos os anos e várias doenças graves – entre elas diabetes tipo 2, doenças cardíacas, pressão alta e infarto – têm sido relacionadas diretamente à sua ocorrência. De acordo com dados de um estudo publicado recentemente na revista científica The Lancet, o número de pessoas acima do peso ideal está crescendo em todo o planeta. E o Brasil é um dos países no topo da lista da obesidade: ocupa o quinto lugar, atrás somente de Estados Unidos, China, Índia e Rússia. Por aqui, já são 60 milhões acima do peso, e 22 milhões já considerados obesos.

Tudo isso é resultado do consumo de comidas muito calóricas, de açúcar e gordura, além é claro, da falta de exercícios físicos. Mas o alerta ainda é mais grave, quando observa que mais da metade da população ainda seja sedentária, embora mais da metade dessa mesma população tenha acesso às informações ou em algum momento em suas vidas já experimentaram o prazer de fazer exercício físico.

Mesmo com a correria do dia a dia, a vida atribulada e as obrigações da maioria dos brasileiros, é de primordial importância encaixar a atividade física no cotidiano. Para quem está acima do peso e quer começar a se exercitar, é importante procurar saber quais os exercícios mais adequados e seguir as orientações de profissionais gabaritados. “O melhor para pessoas acima do peso ou obesas, é realizar exercícios aeróbicos. Uma caminhada diária de 10 minutos e depois aumentar até alcançar 30, 40 minutos por dia.

Andar de bicicleta e praticar musculação também são aconselhados, além da prática da natação e da hidroginástica”, aconselha Pablo Gavazza, educador físico e Coordenador Técnico Geral da Hammer Academia, que tem duas unidades em Salvador, no bairro da Pituba, e mantém um projeto #SaúdeOAnoTodo, onde incentiva o cidadão a se exercitar em todas as épocas do ano, visando inclusive a prevenção de doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo