NotíciasSaúde

Álcool é droga que gera mais gastos por internação

BÊBADOMais do que o crack, a cocaína ou a maconha, a droga que mais gera custo, por internações, para a saúde pública é o álcool. De acordo com dados do Datasus, nos 11 primeiros meses de 2012, mais de R$ 1,13 milhão saiu dos cofres públicos baianos para custear as internações por abuso do álcool. O valor é R$ 375 mil a mais do que o  total desembolsado nas internações por todas as outras substâncias psicoativas, que é de  R$ 755 mil. O abuso do álcool  responde por 62% das internações por drogas nos últimos três anos. Somado às hospitalizações pelo uso de drogas múltiplas, respondem por quase 90% dos procedimentos por intoxicações no SUS. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, o número de casos de internações por álcool e drogas na Bahia se manteve estável nos últimos quatro anos – à exceção de uma queda apresentada em 2012. O dado disponível até novembro registra 1.897 internações, contra  2,5 mil em 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo