Sem categoria

AL-BA: Projeto de reajuste salarial dos professores não entra na pauta do dia

A votação do pedido de urgência do projeto de reajuste salarial dos professores da Rede Estadual de Ensino não deve acontecer nesta terça-feira (14), como prometeu o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT). Na ordem do dia, apenas três propostas enviadas pelo Executivo serão apreciadas pelos parlamentares. Está prevista para esta terça, a apreciação da criação da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), de um empréstimo de R$ 600 milhões para a implantação do metrô da Paralela e a instalação do grupo executivo para acompanhamento da implantação do projeto industrial destinado à fabricação de veículos da montadora chinesa JAC Motors. O chefe do Legislativo estadual chegou a pedir dispensa de formalidade à oposição para votar, na próxima terça (21), o projeto de lei que pretende conceder aos docentes licenciados, em novembro, promoção por meio de curso, com ganho de 7%, e em março de 2013 – a pedido do Ministério Público – uma nova ascensão, também com ganho de 7%. O procedimento gerou protestos dos oposicionistas. O líder da minoria na AL-BA, deputado Paulo Azi (DEM), qualificou como “absurda” a intenção do presidente, já que a matéria seria votada sem os parlamentares conhecerem o seu teor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo