Cotidiano

Agerba afirma que responsabilidade do terminal é da prefeitura de Morro de São Paulo

Mais de 15 mil pessoas passarão pelo terminal até o Réveillon e o risco é ainda maior.

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (AGERBA), afirmou ao BNews que a responsabilidade da administração do terminal marítimo de Morro de São Paulo é da prefeitura de Cairu. O BNews constatou a precariedade do atracadouro da localidade que está prestes a ruir.

 

Na sexta-feira (22), a prefeitura de Cairu afirmou que a administração do terminal é de total responsabilidade da Agerba, através da empresa Dattoli, que opera os terminais de Valença, Morro de São Paulo, Gamboa e Boipeba. No entanto, o órgão atestou ainda que já ordenou à gestão municipal que realize as obras no terminal. “Atualmente o terminal de Morro de São Paulo está em cessão de uso da prefeitura municipal. A cessão teve início neste ano e a Agerba solicitou que a prefeitura realize licitação para administração e obra no terminal”, informa a nota.

 

Vale ressaltar que os turistas que chegam a Morro voltaram a pagar a tarifa única de R$ 15 e mais R$ 1 ao saírem da localidade. De acordo com a prefeitura de Cairu “a Tarifa por Uso do Patrimônio do Arquipélago (Tupa) tem o objetivo de assegurar a manutenção, restauração, e preservação do patrimônio histórico, cultural, ambiental e estrutural do conjunto de ilhas, bem como as condições ambientais e ecológicas da APA (Área de Proteção Ambiental) de Tinharé”. No “jogo de empurra”, o risco de desabamento continua. Voz da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar