Cidades

Agente da PF é apontado como possível responsável por vazar depoimento de Cerveró

Newton Ishii e bumlaiO advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, acusa um agente da Polícia Federal de ter vazado o depoimento de seu cliente para o banqueiro André Esteves. Esteves teve acesso ao documento sigiloso enquanto o ex-diretor da Petrobras já estava preso e esse foi um dos motivos que levou a Procuradoria-Geral da República a pedir a sua prisão, realizada nesta quarta-feira (25).

O advogado indica que Newton Ishii, conhecido como Japa, poderia ter cumprido a função de canal de vazamento durante a conversa gravada por Bernardo Cerveró, que também tinha a participação do senador Delcídio Amaral (PT-MS).

De acordo com o site O Antagonista, Edson também levanta suspeitas sobre Alberto Yousseff e sobre o advogado de Fernando Baiano, Sérgio Rieira. Ishii normalmente aparece nas prisões da Operação Lava Jato, conduzindo os detentos. Um perfil publicado pela revista Época relata que o agente entrou na PF em 1976.

Em 2003 ele foi preso pela própria organização por suspeita de contrabando. Ele foi expulso, mas depois reintegrado à corporação. Durante o diálogo gravado, o advogado de Nestor Cerveró diz que Ishii também é responsável por vazar informações para revistas.

Leia mais
Raul Gil revela que emprestou dinheiro para Thammy retirar os seios
Polícia divulga nome de suspeito da morte do homem encontrado no Motel Lagoa Dourada
Em parceria com Anitta, Jota Quest lança clipe da música ‘Blecaute’
BN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo