GeralNotícias

Acusado de quebrar cadeira na Fonte Nova recorrerá à Justiça por danos morais

ROMENIL - FONTE NOVAO homem acusado de quebrar uma das cadeiras na Arena Fonte Nova no último Ba-Vi recorrerá à Justiça para provar que é inocente. Durante o clássico baiano, o gerente de vendas Romenil Neto, de 30 anos, foi fotografado com uma cadeira nas mãos e a imagem foi postada nas redes sociais. Romenil Neto passou a ser acusado de ser um vândalo. “Esse torcedor merece ser preso, vamos espalhar a imagem”, acusa a legenda que acompanha a foto, postada inicialmente no Facebook. Romenil, que  contratou um advogado para defendê-lo, desmente: “Vi que a cadeira estava sem parafuso e avisei  à orientadora. Entreguei a cadeira e ela levou embora”, afirmou. Segundo o advogado Enéas Barreto, Neto pretende buscar reparação pelos danos morais sofridos em decorrência das “lesões da sua personalidade”. “Vamos buscar reparação contra o meio de comunicação que divulgou primeiro a foto e ofensas”, afirmou o defensor. “Com tantas câmeras, será fácil provar a inocência”, completou.

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar