Cidades

Acusado de matar adolescente que pediu socorro no WhatsApp lamentou ocorrido em post

Acusado confessou tem engasgado Yasmin.

adolecente que pediu socorro pelo whatsapp
(Foto: Reprodução)
O acusado de matar Yasmin França Bueno, de 14 anos, na noite da última terça-feira (23), na cidade de Xinguara, no sul do Pará, Wallisson Patrick Costa Scarparo, de 18 anos, confessou ter esganado a adolescente, com quem tinha um relacionamento. Antes de ser preso, ele chegou a lamentar a morte da vítima em uma rede social.
“Sua alegria contagiava muitas pessoas. Como pode? Descanse em paz… Saudade é eterna… ‪#‎Luto‬ Yasmin Amiga”, escreveu Wallison, em seu perfil no Facebook. A publicação causou revolta e ele chegou a ser chamado de psicopata e marginal.
De acordo com a Polícia Civil, Wallison contou que foi até a casa dos avós da adolescente para conversar com ela e que Yasmin o teria pressionado para assumir um filho que ela estaria esperando. O desentendimento causou a briga e o assassinato.
Yasmin França Bueno foi encontrada sem a calcinha e com uma perfuração no lado esquerdo do peito. Ela foi encontrada com marcas roxas no pescoço, segundo o jornal Extra. Yasmin estava sozinha em casa no momento do crime.
De acordo com informações postadas no Correio 24 Horas, Yasmin chegou a pedir socorro a amigos pelo WhatsApp. Na mensagem enviada ela avisa aos amigos que há um homem dentro de casa: “Socorro, gente. Tem um homem aqui em casa. Socorro”. Alguns amigos não acreditaram e pensaram que era uma brincadeira.
Veja também
Número dá errado e mulher incendeia própria genitália
Empresário é morto na frente do filho na Av. São Rafael em Salvador
acusado de matar iasmin
pedido de socorro de adolescente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo