Polícia

Acusada de matar filha bebê no interior de SP é achada morta na cadeia

Acusada de matar a própria filha, Jennifer Natália Pedro, 26 anos, foi achada sem vida dentro de um cela na Penitenciária de Tremembé, em São Paulo. O caso é investigado pela polícia e pela Secretaria de Administração Penitenciária. Jennifer estava presa pela morte da filha Isis Helena, de 1 ano e 10 meses, em Itapira (Sp), no ano passado.

Segundo o Uol, o boletim de ocorrência registra que Jennifer cometeu suicídio. O corpo foi achado por uma agente por volta das 15h de ontem, durante uma inspeção rotineira.

“Apenas após a chegada do laudo necroscópico e do documento emitido pelo Instituto Médico Legal, podemos trazer informações mais detalhadas sobre o que aconteceu”, diz o advogado de Jennifer, William Cesar Pinto de Oliveira. 

A morte acontece cerca de duas semanas após decisão de que Jennifer iria a júri popular. O julgamento ainda não tinha data.

Crime
Isis Helena sumiu em 2 de março do ano passado. Jennifer disse primeiro à polícia que saiu para deixar outro filho na creche, deixando Isis em casa com o avô, mas ao voltar não a encontrou mais. Familiares dizem que o idoso tem sinomas de Alzheimer.

Depois, Jennifer confessou que no dia anterior tinha dado um remédio para febre e uma mamadeira e leite para a menina, que teria se engasgado sozinha. Quando ela acordou, Jennifer disse que a filha já estava morta.

Ela temeu ser responsabilizada – já tinha sido denunciada por maus tratos antes, e disse que resolveu esconder o corpo. Ela levou o cadáver até um rio próximo e jogou lá. Depois de confessar, ela indicou onde havia atirado a criança, mas as buscas não encontraram o corpo. Um mês depois, ela deu uma nova versão dizendo que tinha enterrado o corpo da filha.  Fonte: Correio 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo