Cotidiano

ACM Neto se diz “surpreso” com ida de João Roma para ministério: “Desconsidera amizade pessoal”

O presidente nacional do DEM, ACM Neto, foi às redes sociais para rebater os rumores de que teria indicado o deputado federal João Roma para o Ministério da Cidadania. A nomeação foi publicada no diário oficial da União, na noite desta sexta-feira (12).

“Considero lamentável a aceitação, pelo deputado João Roma, do convite do Palácio do Planalto para assumir o Ministério da Cidadania. A decisão me surpreende porque desconsidera a relação política e a amizade pessoal que construímos ao longo de toda a vida”, declarou, em nota.

“Se a intenção do Palácio do Planalto é me intimidar, limitar a expressão das minhas opiniões ou reduzir as minhas críticas, serviu antes para reforçar a minha certeza de que me manter distante do governo federal é o caminho certo a ser trilhado, pelo bem do Brasil”, completou.

O comentário foi feito minutos depois de o ex-presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), tecer um ataque contra o ex-prefeito de Salvador. “ACM Neto mostrou hoje o seu caráter”, escreveu, sinalizando que o baiano teria participado da negociação para que Roma fosse o escolhido para a pasta pelo presidente Jair Bolsonaro. Nos bastidores, corre a informação que o DEM teria facilitado a eleição de Arthur Lira (PP) na Câmara em troca de espaços no governo – contrariando o desejo de Maia, que apoiou a candidatura de Baleia Rossi (MDB).

O presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, também foi às redes sociais para negar que Neto tenha participado da articulação. “Dizer que é indicação do Republicanos através da bancada é o correto e a mais pura expressão da verdade. Colocar que Neto tem a ver, é mentira, o que não fica bem pra ninguém”, postou.

ACM Neto e João Roma são amigos há anos e o deputado foi um dos principais colaboradores da gestão carlista na capital baiana. O ex-prefeito também é padrinho de uma das filhas do deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo