Sem categoria

‘A greve continua, na Alba ou na rua’, gritam professores ao deixarem saguão da Assembleia

Os professores da rede estadual de ensino, em greve há 101 dias, deixaram o saguão da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) na manhã desta sexta-feira (20), aos gritos de “a greve continua, na Alba ou na rua”. A saída, no entanto, é apenas temporária e tem o objetivo de realizar a assembleia da categoria, que deve decidir sobre a desocupação definitiva do espaço. Um acordo entre os docentes e o presidente da AL-BA, Marcelo Nilo (PDT), prevê que todas as reuniões sejam realizadas do lado de fora da Casa, para evitar transtornos ao funcionamento do local. Em entrevista na noite desta quinta (19), o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, alegou que a decisão judicial será cumprida, mas qualquer anúncio só seria feito após o tema ser discutido pela categoria. “Nós vamos cumprir a decisão, mas o tema vai ser colocado na assembleia e a categoria vai avaliar a posição tomada pelo juiz”, disse. O posicionamento dos grevistas em relação à desocupação do espaço será definido ainda esta manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo