Cotidiano

7 Mulheres inspiradoras em cargos de liderança

Você sabia que um dos fundadores da Nubank é uma mulher e que a Microsoft tem uma presidência feminina? Muitas coisas ainda precisam melhorar, mas a participação da mulher nos negócios é uma pauta discutida cada vez mais em diversos âmbitos sociais. 

Apenas 29% das mulheres ocupam cargos de liderança – segundo levantamento realizado pelo Great to Place to Work (GPTW) de 2019 -, e apesar disso, hoje temos grandes exemplos de mulheres liderando organizações globais, principalmente as de  tecnologia. 

Neste mês da mulher, selecionamos algumas personalidades que inspiram outras mulheres a lutarem pelos seus sonhos. Elas reforçam o fato de que o lugar da mulher é onde ela quiser. Confira!

Oprah Winfrey – a apresentadora do maior talk show da tv americana também é atriz e empresária. Oprah teve uma infância marcada por dificuldades e superação, pois quando ainda era criança  sofria abusos de seus tios e primos. Logo após terminar o ensino médio, conseguiu conquistar uma bolsa de estudos na Tennessee State University, e pode estudar comunicação. 

Oprah, no comando do The Oprah Winfrey Show,  levantou discussões importantes como assédio sexual e violência contra a mulher. O programa quebrou vários recordes de audiência e ganhou prêmios em diversas categorias. Depois de 25 anos no ar, o talk show terminou e Oprah abriu sua própria emissora: OWN (Oprah Winfrey Network). Oprah possui diversos investimentos que hoje movimentam quase 3 bilhões de dólares.

Luiza Helena Trajano –  uma das mulheres mais poderosas do país. Luiza é presidente do conselho de administração do Magazine Luiza desde 2014, mas foi CEO por quase 25 anos da empresa, ou seja, ela comanda há quase 30 anos uma das maiores redes de lojas de varejo do Brasil. 

Luiza é formada em direito pela Faculdade de Direito de Franca, mas aos 12 anos de idade já trabalhava como balconista em uma das unidades da empresa. Tudo começou quando seus tios, Luiza Trajano e Pelegrino José Donato, compraram uma pequena loja de presentes  na cidade de Franca. Quando assumiu a liderança, a Magazine Luiza era apenas uma rede de lojas no interior do estado de São Paulo. 

Ela também lidera o Grupo Mulheres do Brasil, que foi criado por 50 mulheres poderosas que atuam em diversos segmentos. Hoje, são mais de quatro mil mulheres com o objetivo de discutir ideias para melhorar o país a partir de ações relacionadas à educação, projetos sociais, empreendedorismo e cotas para mulheres.

Michelle LaVaughn Robinson Obama –  muito mais do que a ex-primeira-dama dos Estados Unidos, ela já foi advogada, vice-presidente de um hospital, diretora de uma ONG e escritora. Michelle foi eleita a mulher mais admirada do mundo, segundo pesquisa divulgada no ano passado pelo Instituto YouGov. 

Michelle é uma das mulheres mais influentes do mundo, por levantar discussões sobre o poder da educação, das oportunidades iguais para meninos e meninas e está sempre agindo em defesa das mulheres.

Camila Fernandez Achutti – referência mundial na luta por mais mulheres na tecnologia, Camila é fundadora da Ponte 21, consultoria em inovação para empresas, e também da Mastertech, plataforma de educação em tecnologia.

A empreendedora é formada em Ciência da Computação e ainda na faculdade, criou o blog Mulheres na Computação, para inspirar outras mulheres. Além disso, foi embaixadora do Technovation Challenge, projeto global de tecnologia que incentiva meninas a se tornarem empreendedoras na área de TI.

Cristina Junqueira – uma das pessoas por trás da fundação do Nubank. No início da empresa, Cristina e os outros dois sócios se revezavam para fazer todos os serviços que a Nubank prometia: um cartão de crédito sem taxas. Ela chegou até a receber ligações de clientes em qualquer hora do dia.

Cristina é formada em Engenharia de Produção e, antes do criar o banco digital, aos 24 anos, já liderava um time de 20 pessoas em que ela era a mais jovem.

Ruth Porat – eleita em 2017 pela Forbes como a 25° mulher mais poderosa do mundo, Ruth Porat é a CFO da Alphabet Inc. e sua subsidiária Google. Formada em Economia e Relações Internacionais, Ruth é reconhecida pelos anos de trabalho na Morgan Stanley. Na empresa global de serviços financeiros, ela ocupou o cargo de CFO e vice-presidente executivo.

Tânia Cosentino – presidente da Microsoft Brasil, a executiva tem mais de 30 anos de experiência em multinacionais. Formada em Engenharia Elétrica, antes de atuar na Microsoft, Tânia era vice-presidente de qualidade e satisfação do cliente da Schneider Electric, grupo multinacional francês, especializado em produtos e serviços para distribuição elétrica, controle e automação.

Tânia também participa do programa HeForShe, campanha da ONU Mulheres em prol dos direitos femininos, e da Iniciativa Pacto Global, um dos maiores projetos de sustentabilidade corporativa do mundo que está presente em 160 países.

Essas foram apenas algumas, entre muitas, das personalidades femininas para inspirar a sua carreira profissional e a sua vida. Gostou da formação de algumas delas? Faça o teste vocacional gratuito da Catho e descubra qual profissão  realmente combina com o seu perfil. Não deixe de acrescentar nos comentários as mulheres que você incluiria nessa lista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar