Bahia

54% dos 417 municípios baianos tem a Caatinga como bioma, revele IBGE

Com uma extensão de aproximadamente 564,8 mil quilômetros quadrados, sendo o 5º maior entre os estados, e um total de 417 municípios, a 4ª maior quantidade do Brasil, a Bahia abrange três dos seis biomas presentes no país. No entanto, é a Caatinga que prevalece na maioria das cidades baianas, ocupando a maior parte do território de 225 dos 417 municípios, o que corresponde a 54,0% do total. Os dados foram apresentados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O ecossistema Caatinga é um bioma típico do Brasil, situado na região Nordeste do território nacional. Apresenta um clima semiárido, com altas temperaturas e pouca regularidade de chuvas. O termo “Caatinga” provém da língua Tupi-Guarani e significa “floresta branca”, caracterizando a vegetação durante a estação seca, quando as folhas caem e apenas os troncos brancos e reluzentes das árvores e arbustos se destacam na paisagem árida.

A Mata Atlântica é o segundo bioma mais comum na Bahia, ocupando 41,7% dos municípios do estado, totalizando 174, especialmente ao longo da costa.

O bioma do Cerrado é predominante em 18 municípios baianos, o que corresponde a 4,3% do total, com a maioria deles situados na região oeste do estado.

Em território brasileiro, a Mata Atlântica se destaca como o bioma mais comum, abrangendo cerca de metade dos municípios (2.741 dos 5.570, totalizando 49,2%). Na sequência, aparecem a Caatinga, o Cerrado, a Amazônia, o Pampa e o Pantanal, este último presente em apenas 9 municípios.

Artigos relacionados

Apesar de cada município apresentar seu próprio bioma predominante, na Bahia, 1 em cada 5 cidades estão situadas em mais de um bioma, sendo assim consideradas interbiomas: 89 das 417, o que representa 21,3% do total.

Dois municípios no Centro-Sul da Bahia, Piripá e Tremedal, possuem em seu território os três biomas mais comuns do estado: Caatinga, Mata Atlântica e Cerrado, nessa respectiva ordem de predominância. Eles fazem parte de um seleto grupo de apenas quatro cidades brasileiras com essa característica, que inclui também São João do Paraíso (MG), com presença de Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga, e Cáceres (MT), onde são encontrados Pantanal, Cerrado e Amazônia.

No país, a maioria dos municípios (82,7%) está localizada em apenas um bioma, totalizando 4.607 cidades dos 5.570 existentes. Da mesma forma, 9 dos 27 estados brasileiros seguem essa mesma tendência: Acre, Amazonas, Roraima e Amapá estão na região Amazônica; Ceará na região da Caatinga; Espírito Santo, Rio de Janeiro e Santa Catarina no bioma Mata Atlântica; e o Distrito Federal no Cerrado.

Já os estados com os percentuais mais altos de cidades que estão localizadas entre dois biomas são Mato Grosso (45%), Mato Grosso do Sul (41%), São Paulo (34%), Sergipe (31%) e Rio Grande do Sul (28%).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios