Política

Durante campanha, Marinho quer manter distância de Wagner

Tentando pela segunda vez, a vaga no Palácio Thomé de Souza, já que em 2008 disputou como candidato a vice na chapa de ACM Neto (DEM), o deputado federal Márcio Marinho (PRB) diz que, caso seja eleito, vai cuidar de Salvador “como um pai cuida de sua casa”. Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, o candidato, que formou aliança com o PSL do seu vice Deraldo Damaceno, assegura que não vai poupar nas críticas a atual gestão da capital baiana. Marinho disse acreditar que vai para o segundo turno e que ainda não sabe quem apoiar caso não passe para a segunda etapa eleitoral. Apesar de integrar a base estadual, ele disse que não fará uma campanha colada na imagem do governador. O postulante alfineta os adversários ao dizer que sua “candidatura não tem dono, não está negociada, e nem está negociando espaço nenhum na administração”, disparou.
Questionado sobre o serviço público de saúde na cidade, Marinho respondeu que em Salvador há vários problemas de ordem social. “A gente sabe que há um repasse enorme do governo federal de recursos para essa área, para que juntos, de forma integrada, possa ser oferecido um serviço de excelência para a população. Quando a gente vai para a prática, vemos questões básicas que estão em falta nos postos de saúde para a população. Tem que ter um maestro para organizar essa orquestra de secretários e também resolver os problemas da cidade, até porque foram os eleitores que votaram no prefeito” disparou para o Tribuna da Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo