Anvisa proíbe a fabricação, distribuição e venda de produtos com moringa oleifera


Uma determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proíbe a fabricação, importação, distribuição, comercialização e propaganda de produtos que tenham moringa oleifera em sua composição. A justificativa da Anvisa é de que não existe avaliação e comprovação de segurança do uso da espécie em alimentos.

A medida cautelar foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (4). “Produtos denominados e/ou constituídos de moringa oleifera vêm sendo irregularmente comercializados e divulgados com diversas alegações terapêuticas não permitidas para alimentos”, indicou a Anvisa.

De acordo com o Estadão, o comércio de produtos derivados da moringa oleifera são comuns na internet, na descrição os sites informam que a planta é rica em potássio e vitaminas A e C. Entre os supostos benefícios listados, são citados o combate a processos inflamatórios, controle dos níveis de colesterol e açúcar no sangue, retardo do processo de envelhecimento, redução da fadiga e combate a dores musculares. O produto pode ser encontrado em cápsulas, em pó, em folhas e em gotas.

BN