Com mais de 100 casos confirmados, Amazonas antecipa vacinação contra gripe


O governo federal e o governo do Amazonas decidiram antecipar para esta quarta-feira (20) o início da campanha de vacinação contra a gripe Influenza A no estado. De acordo com dados da rede Sentinela Epidemiológica, foram notificados neste ano, no Amazonas, 666 casos suspeitos da doença e confirmados 107.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber, informou que 28 pessoas morreram devido à gripe no estado. Segundo a Agência Brasil, sete em cada dez apresentavam problemas de saúde diversos, de asma até obesidade mórbida.

Kleber acrescentou que a circulação do vírus H1N1 no Amazonas ocorreu mais cedo do que o verificado nos anos anteriores.

CAMPANHA NO BRASIL

A campanha nacional de vacinação será iniciada na primeira quinzena de abril, prazo também antecipado em relação à imunização feita nos anos anteriores. Em todo o país, serão aplicadas 64 milhões de doses contra a gripe, o equivalente a 30% do total da população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (209 milhões).

 

Conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a campanha de vacinação dará prioridades a mulheres grávidas e que deram luz nos últimos 45 dias. Também terão prioridade as crianças de 1 ano a 5 anos, 11 meses e 29 dias. Na comparação com ano passado, a faixa etária de vacinação das crianças foi ampliada em um ano.