Mulher morre de overdose após fazer sexo oral em médico que a tratava


Uma mulher, de 38 anos, morreu de overdose ao fazer sexo oral no médico Andreas David Niederbichler, de 42. De acordo com o site “Bild”, a denúncia foi feita pelo pai da vítima. O pai afirma que a filha, a cabeleireira Yvonne M, não sabia que o médico colocou cocaína no pênis. O médico tratava a cabelereira de tendinite e acabaram tendo um caso.

 

O médico a operou por duas vezes e prometeu para família que iria curá-la da doença. O pai ainda disse que se ela tivesse morrido em um  acidente, poderia lidar com a situação, mas não conseguem por conta das circunstâncias da morte.  Andreas trabalhava como cirurgião de mãos em uma clínica de Halberstadt, na Alemanha. Ele foi preso. De acordo com investigação, o médico já tinha posto cocaína no pênis durante sexo com outras duas mulheres. Nenhuma delas morreu.

BN