Esteticista dá cinco motivos para não tirar cutículas


A famosa expressão “arrancar bife” dos dedos é bastante usada pela maioria das brasileiras. Isso porque o famoso alicate é a grande estrela dos salões e das manicures, e também protagonista de muitas discussões sobre os perigos da prática de tirar cutícula. Pensando em eliminar riscos, a Luzia Costa criou um método exclusivo que desbasta as cutículas e pode ser conhecido na rede Beryllos. A esteticista e empreendedora elegeu cinco razões para não tirá-las.

 

1. Unhas mais saudáveis: Tirar as peles das unhas, mais conhecidas como cutículas, acaba com a proteção natural deixando o organismo totalmente suscetível a contrair alguma infecção com os cortes ocasionados pelo alicate. Além disso, o esmalte é um dos principais vetores de fungos e bactérias.

 

2. Para de crescer e evita a descamação: Quanto mais você tira o excesso, mais a cutícula tende a crescer. A solução é evitar a prática. Assim você quebra este hábito que pode machucar e até deformar as unhas. Sem tirar, elas param de nascer e aos poucos voltam a ter um aspecto natural.

 

3. Sem ondulações e manchas: Como a cutícula é uma proteção, sem ela tende a surgir manchas brancas, além de ondulações ocasionadas pelo enfraquecimento das unhas, perdendo aquele aspecto lisinho e bonito.

 

4. Facilidade em deixar as unhas prontas: Sem tirar a cutícula o tempo de esmaltação é muito mais rápido. O processo é simples, é preiso apenas retirar o esmalte e aplicar o próximo.

 

5. Unhas mais bonitas por mais tempo: O processo de manter as peles deixa a unha mais fina mantendo o aspecto natural por mais tempo. Outra dica é usar cremes para hidratá-las diariamente.