Solla fala sobre estratégia da esquerda para a disputa à prefeitura de Salvador em 2020


O deputado federal Jorge Solla (PT) falou sobre a estratégia da esquerda para lançamento de candidatura para disputar a prefeitura de Salvador em 2020. Durante inauguração de uma policlínica em Vitória da Conquista, Solla concedeu entrevista ao BNews. 

Questionado se o partido repetiria a estratégia de 2016, quando fez um debate nacional acerca da campanha de ALice Portugal, o que não teria surtido efeito, uma vez que a então candidata obteve apenas 16% dos votos, ele explicou: “‘apenas 16% é relativo’.

Tem que compreender as características específicas do processo eleitoral. Tinha um prefeito sendo candidato a reeleição. Vinha sucedendo o anteior, que tinha sido um desastre. Essas características peculiares do processo eleitoral também são muito definidoras do percentual de votação que se vai estar obtendo.

Além de observar momento da política como um todo, no estado e no país. Acredito que em 2020 vai ser um momento muito diferente de 2016. Temos um governador muito bem avaliado, reeleito. Temos um cenário nacional de destruição de tudo que conquistamos com os governos de Lula e Dilma”.

Solla completou: “em Salvador não é um prefeito que será candidato à reeleição. Ele tentará fazer sucessor, um novo nome. Acho que é um terreno mais fértil para ter a oportunidade das pessoas saberem o que está acontecendo no País e conquistar votos para o candidato comprometido com a população”.

Bnews