Dayane Pimentel diz que Bolsonaro não vende ilusão com proposta de Reforma da Previdência


Crédito foto: Ascom / Dep. Fed. Professora Dayane Pimentel

“O governo do presidente Jair Bolsonaro não vende ilusão; pelo contrário, quer resgatar a esperança, ajustar as contas e mudar o rumo econômico”, disse a presidente do PSL na Bahia, deputado federal Professora Dayane Pimentel, em resposta às declarações do deputado federal Marcelo Ramos (PR/AM) a respeito da proposta de Reforma da Previdência, proferidas na manhã desta segunda-feira (20), na Assembleia Legislativa da Bahia.

A parlamentar, que se dirigiu a Brasília ainda nas primeiras horas desta segunda, salientou que “é necessário o apoio do Congresso Nacional para a aprovação da Reforma que, saneará, como demonstrou o ministro da Economia Paulo Guedes, as contas públicas”.

Gastos

A deputada federal ressaltou que a estimativa é que a Previdência Social deve consumir R$ 767,8 bilhões em 2019. As previsões constam da proposta enviada à Câmara “Esse montante é ‘apenas’ três vezes mais do que o destinado para educação, saúde e segurança pública juntos”, apontou a Professora Dayane Pimentel.

A parlamentar do PSL enfatiza que a Reforma minimizará os impactos da Previdência sob o orçamento e permitirá que as aposentadorias continuem sendo pagas. “A situação é dramática. A Previdência deve ter um rombo de R$ 309,4 bilhões neste ano. Em 2018, o déficit foi de R$ 288,8 bilhões”, salientou Dayane Pimentel.