Maduro participa de marcha ao lado de militares: ‘É hora de lutar’


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, participou nesta quinta-feira, 2, de uma marcha ao lado de militares da Força Armada Nacional Bolivariana (Fanb) em Caracas. O movimento foi transmitido ao vivo em emissoras de rádio e TV e pelas redes sociais.

Aos militares, Maduro afirmou que “é hora de lutar e dar exemplo ao mundo”. O chavista também pediu que os soldados sejam “coerentes, leais e coesos” para derrotar as “tentativas de golpe” daqueles que “se vendem por dólares a Washington” e traem o país.

“Sim, estamos em combate, moral máxima nessa luta para desarmar qualquer traidor, qualquer golpista”, disse. Repetindo o slogan “sempre leal, traidores nunca”, o presidente assinalou que não deve haver medo frente à obrigação de desarmar as “conspirações da oposição” e os Estados Unidos.

O presidente convocou o protesto para celebrar o que vem chamando de “fracasso de uma tentativa de golpe de Estado” organizada pelo líder da oposição Juan Guaidó. As imagens mostram milhares de soldados no forte Tiuna, base militar em Caracas e sede do Ministério da Defesa.

Maduro prometeu levar as forças militares “a um nível mais elevado de profissionalismo e efetividade” para evitar os “poderes dissuasivos” dos Estados Unidos. “Mostrem-se para o mundo como a Força Armada Nacional de paz, democrática, constitucional, chavista e, claro, cada vez mais socialista”, disse.

Veja