Desânimo de Bruno Reis chama atenção e preocupa aliados


Desde o anúncio oficial do prefeito ACM Neto (DEM) de que não renunciaria à Prefeitura de Salvador para se candidatar a governador, a mudança no comportamento do vice-prefeito Bruno Reis (DEM) chama atenção de aliados e pessoas próximas.

Segundo informações obtidas pelo bahia.ba de dois integrantes da base do democrata, é visível o desânimo que tomou conta do vice-prefeito desde o início do mês passado. É possível notar, inclusive, de acordo com as fontes, uma mudança de postura do ex-emedebista.

Principal articulador do grupo político de Neto, Bruno Reis fazia dezenas de reuniões com diferentes lideranças da base do democrata todas as semanas. Agora, ele colocou o “pé no freio”, relata um dos interlocutores.

O vice-prefeito, que mergulhou profundamente na tentativa de viabilizar uma chapa forte para que Neto pudesse concorrer ao Palácio de Ondina, atualmente tem evitado muitas audiências diárias e já não é tão acessível como antes.

Uma das incertezas é, por exemplo, como Bruno Reis, que foi um dos grandes responsáveis para que Léo Prates (DEM) se tornasse o candidato único da base na eleição para presidente da Câmara Municipal, em 2017, se comportará neste pleito da CMS.

O vice-prefeito já disse publicamente que alimentou o sonho de ser o prefeito de Salvador. Os planos ficaram mais distantes com o recuo de Neto em relação à candidatura a governo do Estado.

Bahia.ba