Mãe relata estudante utilizando arma de brinquedo em escola de Mutuípe

Prefeitura e Polícia Militar implantaram recententemente o PROERD na escola.


Foto: Vladimir Tapol

Uma mãe que preferiu não ter a identidade revelada fez denúncia na manhã desta terça-feira (3), no programa Acorda Vale da Rádio Interativa, sobre um fato ocorrido no Colégio Prof. Clóvis da Silva Almeida.

Segundo ela, um estudante da escola, a quem ela se referiu como “elemento” estava portando uma arma de brinquedo e ameaçando outros estudantes na segunda-feira (2).

A mãe disse que Polícia Militar e Conselho Tutelar foram acionados, e o que o caso foi apresentado na delegacia de Mutuípe para os pais do menor fossem chamados.

“Meu filho dormiu e amanheceu traumatizado, ele hoje nem quer ir para a escola, é preciso que providências sejam tomadas, ele está abalado psicologicamente”. Relatou ele na denúncia.

O Projeto de Lei 965/15 aprovado pela Câmara de Vereadores tem por objetivo proibir a fabricação, comercialização e venda de armas de brinquedo no município.

Outra denúncia sobre a escola.

No mesmo programa uma aluna do noturno da Escola Rui Barbosa, criticou os alunos do diurno, segundo ela, parede, forros, divisórias estão sendo destruídos pelos integrantes do núcleo do sexto ano.

Quando a escola foi municipalizada no fim de fevereiro de 2019, a prefeitura realizou uma minirreforma as pressas, para melhorar as instalações da unidade e dar início ao ano letivo, que já estava atrasado.

PROERD

Em 20 de agosto, a prefeitura de Mutuípe através da secretaria de educação em parceria com a Polícia Militar, 14ºBPM/4ªCIA implantou na escola o PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, que consiste num esforço cooperativo da PM, Escola e Família, visando preparar crianças e adolescentes para fazerem escolhas seguras e responsáveis na auto condução de suas vidas, a partir de um modelo de tomada de decisão e fornece aos jovens as estratégias adequadas para tornarem-se bons cidadãos

A secretária de educação de Mutuípe, Sônia Ferreira, deverá ir a emissora de rádio nesta quarta-feira (4), falar sobre a escola e outros assuntos.