Populares não se intimidam com assalto em Mutuípe e ficam expostos na linha de tiro, veja vídeos


Na tarde desta sexta-feira (23), um armazém de produtos agrícolas foi alvo de criminosos em Mutuípe, o proprietário do estabelecimento e sua esposa foram feitos reféns, com uma arma 9mm, de fabricação turca, apontada para suas cabeças por alguns minutos, dois homens participaram do assalto, um deles conseguiu fugir numa motocicleta de dados não anotados, mas segundo a polícia, já identificado, o segundo, com a chegada da polícia não teve a mesma sorte e acabou sendo preso após negociação.

Uma cena no mínimo irresponsável chamou a atenção, diversas pessoas, curiosas com o que estava acontecendo, correram pelas ruas dirigindo-se ao local onde o assalto acontecia e consequentemente os reféns estavam sendo mantido na mira de uma arma.

Em entrevista ao sargento Barreto, falou sobre o grau de letalidade da arma que o acusado usava, uma nove milímetros de fabricação turca com trinta cartuchos, isso mostra o quanto esses bandidos estão armados, nem a polícia usa uma arma dessas”, disse o comandante da Polícia Militar na cidade de Laje.

A fala do sargento leva a reflexão sobre o risco de um conforto com o acusado do assalto, o que poderia atingir diversas pessoas, afinal o suspeito identificado somente pelo prenome “Izael”, já não tinha muito a perder. Por sorte ninguém saiu ferido, mas a população precisa ter maior cautela em momentos semelhantes, a aglomeração poderia até atrapalhar o trabalho policial.