População de Mutuípe reclama de chapas de ferro “movediças” na Ponte da Cachoeirinha


Trabalho emergencial foi feito no local, mas material utilizado é motivo de críticas.

Uma via que dá acesso a diversas comunidades rurais de Mutuípe, há vários anos sofre com os problemas de uma ponte na localidade da cachoeirinha.

No início da gestão do prefeito Rodrigo Maicon de Santana Andrade – Digão, a ponte da cachoeirinha como é conhecida, foi interditada por determinação da secretaria de administração e passou por uma espécie de “reforma”.

Logo após serviço ser entregue, a população passou a criticar a obra, um lastro em ferro e chapas  foram instaladas, mas onde era para receber concreto, foi depositado terra e cascalho, desta forma o problema seguiu presente na vida daqueles que precisam passar pelo local.

Na última terça-feira (14), a população voltou a cobrar intervenções na ponte, a chapa de ferro instalada tem se movimentado com a passagem de carros e motos e os condutores temem que ela possa ceder provocando um acidente.

Logo que a primeira intervenção foi realizada, nós conversamos com o secretário de administração Carlos Eugênio, que afirmou na época ter sido feito um trabalho emergencial, mas que o pensamento da gestão é futuramente ampliar a ponte.

Enquanto o trabalho não é feito a população segue utilizando a ponte “concretada” em cascalho.