Greve Geral: médico fica revoltado ao não conseguir passar por protesto no Iguatemi em Salvador


Médico argumentou que pacientes em estado grave ficaram sem atendimento.

Foto: Reprodução

O médico Fernando Tranquillini usou as redes sociais para se mostrar revoltado com o protesto feito na região do Iguatemi, na manhã desta sexta-feira (30), que fechou a via na frente do Shopping da Bahia e deixou milhares de motoristas presos no congestionamento quilométrico que se formou.

A manifestação faz parte da Greve Geral, que acontece em várias cidades do país nesta sexta. O médico disse, no vídeo, que um paciente com quadro de urgência o aguardava no hospital do qual é funcionário e mesmo assim os manifestantes impediram sua passagem.

“Os indivíduos disseram que não somos amigos, que não importa a vida do paciente. Mostrei minha carteira de médico, mas esse indivíduo aqui se julga no direito de impedir a ida e vinda. Esse movimento é de caráter sindicalista, pelo imposto sindical. Se gostassem de gente, estava preocupado com o paciente que lá está”, falou. “Impressionante a qualidade dos nossos representantes sindicais. Cretinos e mesquinhos”, desabafou. Varela Notícias.

Veja o vídeo: