‘Nem me cumprimentava’: Dybala critica Sampaoli e conta bastidores da Argentina na Copa do Mundo


A relação entre Paulo Dybala e Jorge Sampaoli não foi das melhores durante a Copa do Mundo. Às vésperas do Mundial da Rússia, o meia chegou a dizer que tinha dificuldades em atuar com Lionel Messi por conta do posicionamento e foi detonado pela imprensa argentina. Ao que parece, as declarações também não foram bem digeridas pelo atual técnico no Santos, treinador da seleção da Argentina à época.

Em entrevista, o craque da Juventus abriu o jogo e contou sobre os bastidores da sua relação com o comandante. Durante o Mundial, o atleta conta que o treinador nunca o procurou e que sequer tinha uma relação próxima. “Conversamos uma vez em Torino antes de ir à Rússia, como fez com os outros atletas. No Mundial, nunca mais houve comunicação. Nunca se aproximou, nunca falou nada. Não falei mais com ele. Sequer me cumprimentava”.

“É raro que aconteça algo dessa maneira. A gente convive muito em ambientes desta maneira, se cruza muito, é raro que um técnico não te puxe para conversar, saber o que você sente”, contou o craque. Na ocasião, a Argentina passou da primeira fase na bacia das almas ao vencer a Nigéria, mas caiu ainda nas oitavas de final, quando perdeu para a França, em duelo emocionante, por 4 a 3.

Foxsports