De volta à seleção, Douglas Costa pede desculpas a Tite por cusparada


O atacante Douglas Costa está de volta à seleção brasileira após perder os últimos jogos da equipe por causa de uma lesão e também de um ato de indisciplina.

O técnico Tite havia reprovado a atitude do meia-atacante de cuspir no rosto de um adversário durante partida do Campeonato Italiano, ainda em setembro. Os dois tiveram agora a chance de conversar a respeito do episódio e resolver o assunto.

Em um bate-papo entre eles, o jogador de 28 anos se mostrou arrependido pelo que aconteceu e pediu desculpas ao treinador.

 

“Sim, a gente realmente conversou. Com o Tite, sempre foi olho no olho, ele falou o que ele pensava, eu respeitei e pedi desculpas por isso. Foi um dia que não fui feliz, momento que não estava em mim. Em toda minha carreira, nunca cometi esse ato e espero continuar trabalhando como sempre trabalhei”, afirmou em entrevista coletiva, após treino do Brasil no CT do Arsenal, nesta terça-feira (13), em Londres.

“É lógico que esse momento ia passar, é um assunto no qual eu trato normal. Foi o que fiz, toda ação tem uma consequência. Ficou no passado, não vai acontecer mais”, prosseguiu.

Perguntado a respeito durante a convocação para os compromissos anteriores contra Arábia Saudita e Argentina, Tite havia prometido que teria uma conversa com Douglas Costa em um momento posterior.

O atleta deixou claro que sofreu com toda a repercussão que teve a sua cusparada, incluindo a suspensão de quatro rodadas no Italiano e a conversa com companheiros e comissão técnica da Juventus.

“O clube conversou comigo, sim, ninguém passou a mão na minha cabeça, foi um ato que errei. Faz dez anos que jogo como profissional, nunca fiz isso”, concluiu.

Folhapress.