Sampaoli não sai e treinará sub-20 da Argentina


Contestado antes e durante a Copa do Mundo da Rússia, Jorge Sampaoli não pediu demissão da seleção argentina. O treinador se reuniu nesta segunda (9) com a direção da federação, que quer a sua saída, mas precisa pagar a multa de R$ 50 milhões para rescindir o contrato, que vai até 2022.

Em nota, a federação argentina afirmou que Sampaoli dirigirá a seleção sub-20 em um torneio na Espanha neste mês e depois os dirigentes vão avaliar “como tem sido o processo do treinador até o momento”.

Sampaoli dirige a equipe argentina desde junho de 2017 e chegou à Rússia questionado após a derrota da seleção para a Espanha em um amistoso por 6 a 1 em março deste ano.

A pressão cresceu durante a participação do time na fase de grupos, com a Argentina empatando seu primeiro jogo com a Islândia e depois perdendo para a Croácia por 3 a 0.

A Argentina conseguiu se classificar para as oitavas com uma vitória sobre a Nigéria, com Sampaoli tendo a ajuda de Messi e de Mascherano para escalar e fazer as substituições na equipe, mas depois caiu diante da França por 4 a 3.

Folhapress.