Neuer nega grupo rachado e pede concentração da Alemanha


Ainda curando as cicatrizes da derrota por 1 a 0 para o México na estreia da Copa do Mundo da Rússia, o goleiro Manuel Neuer disse nesta terça-feira (19), em entrevista na concentração da seleção alemã, que houve cobranças internas após o resultado negativo.

Porém, o capitão negou que exista divisão no grupo, conforme publicado pela imprensa alemã, e pediu concentração máxima para as próximas partidas do país na competição.

“Só temos finais a partir de agora, e nós jogadores sabemos disso”, disse Neuer, lembrando que uma derrota para a Suécia no próximo sábado (23) pode até significar uma eliminação precoce no Mundial. “Tivemos uma reunião, foram feitas cobranças. Somos os mais interessados em melhorar a situação, em jogar melhor do que contra o México.”

“Não há divisão no elenco, não somos um elenco dividido. Aqueles que jogaram a Copa das Confederações estão integrados com os jogadores mais experientes”, completou.

A alegada divisão de elenco citada por Manuel Neuer tem origem na mudança do perfil da seleção alemã ao longo dos últimos quatro anos. Na Copa das Confederações, o técnico Joachim Low só convocou três campeões do mundo em 2014 -Mustafi, Draxler e Ginter. Agora, dos 23 na Rússia, 13 estiveram no torneio preparatório de 2017, se juntando a medalhões como Neuer e Thomas Müller.

Para o goleiro alemão, a derrota para o México pode unir mais o grupo. “A comunicação entre nosso time nunca foi tão boa, nunca conversamos tanto como depois da derrota para o México. É algo que vejo como positivo”, disse.

Folhapress.