Herói santista, Vanderlei nega mágoa com Tite por não ser convocado


Treino do Santos Futebol Clube, no CT Rei Pelé, em Santos. Na foto: Vanderlei
Foto: Claudio Vitor Vaz

goleiro Vanderlei deixou a Vila Belmiro nesta quinta-feira (10) evitando polêmicas pela ausência na lista de convocados para a seleção brasileira.

O camisa 1 foi o principal nome na vitória por 1 a 0 do Santos diante do Atlético-PR, que garantiu a classificação da equipe para as quartas de final da Taça Libertadores. Os santistas já haviam vencido o primeiro jogo por 3 a 2, no último dia 5 de julho.

“Não tem o que reclamar [sobre a convocação]. Estou em um grande clube, jogando grandes campeonatos e só de ter o meu nome lembrado já fico muito feliz. O que vai acontecer, deixo nas mãos de Deus”, disse o jogador.

Apesar da vitória, Vanderlei foi protagonista da equipe realizando uma série de defesas difíceis. O jogador deixou o estádio ovacionado pelos torcedores.

O técnico Tite convocou a seleção brasileira nesta quinta com novidades para os jogos contra Equador e Colômbia, pelas Eliminatórias. A principal delas foi a aparição do goleiro Cássio, do rival Corinthians, com quem trabalhou.

Para a posição, Cássio foi o escolhido ao lado de Ederson, do Manchester City (ING), e de Alisson, da Roma (ITA). O último, atual titular, é o mais contestado por não ter se firmado como titular da equipe italiana.

Vanderlei tinha a convocação aguardada pelas seguidas aparições do preparador de goleiros Taffarel aos treinamentos da equipe e até em um jogo.

Com a vitória diante do Atlético-PR nesta quinta, o Santos, agora, enfrentará o Barcelona do Equador, que eliminou o Palmeiras na competição sul-americana.

Folhapress.