Rede Globo passa a vigiar funcionários nas redes sociais e causa revolta


A direção da Rede Globo decidiu vigiar a vida social de seus funcionários, principalmente, nas redes sociais. Segundo o jornalista Leo Dias, todos os contratados da emissora, artistas ou não, deverão seguir a nova regra, que causa revolta.

A medida proíbe todos os contratados de fazer qualquer tipo de propaganda nas redes sociais, seja elas pagas ou não. Para realizar a vigília, foi criado um departamento especial na emissora. Em um dos casos, uma funcionaria postou em uma rede social a imagem de um livro que estava lendo e teve que apagar a publicação. O livro havia sido comprado pela própria funcionária, com recursos de seu salário.

BN