Unegro entra com ação contra ‘Segundo Sol’: ‘Quando for no Sul, aceitaremos ser só 20%’


O movimento União de Negros pela Igualdade (Unegro Brasil) entrou com uma ação civil pública, ajuizada em Salvador, contra a Rede Globo por conta da falta de atores negros em papel de destaque na novela “Segundo Sol”, estreada na noite desta segunda-feira (15) e que tem como pano de fundo a Bahia.

Segundo o protesto, a trama não expressa em seu elenco a realidade da sociedade soteropolitana e baiana, já que a maioria dos atores e atrizes é formada por brancos, enquanto que Salvador é composta por 85% de negros e negras. “O movimento negro brasileiro há muito denuncia essa exclusão sistemática de sua população, seja nos jornais ou ficção. Entramos com essa ação tendo em vista o burburinho causado pela novela. Hoje 54% dos brasileiros se autodeclaram negros e aqui na Bahia o índice é ainda maior.

Ou seja, todos estão reagindo por não se ver representados na TV”, fixou Ângela Guimarães, presidente da Unegro Brasil, ao Bahia Notícias. Questionada se a atitude não seria precipitada já que só o núcleo principal foi apresentado até o momento, Ângela foi direta. “Não ter negros no núcleo principal já é um absurdo. Estão colocando a gente como 15 a 20% da população de Salvador e não é essa a realidade.

Não é precipitado porque temos um histórico que depõe contra a televisão. É uma crítica histórica contra a Rede Globo. Queremos uma representação do que realmente é. Há uma indignação social. Não é cabível que em pleno século XXI, mais de 10 anos de políticas afirmativas, a Globo ainda repita uma escalação do século XX”, criticou e completou: “É uma pressão educativa para dizer que temos consciência do papel que temos e não vai ser uma rede de TV que irá descaracterizar.

Quando foi uma novela no Sul, aceito ser só 20%, mas quando se tratar de uma novela na Bahia, quero estar nos 80%”, argumentou.  A ação pede ainda que, caso não cumpra eventual decisão judicial, a Globo seja multada em um milhão por dia, valor a ser revertido em inserções de publicidade de caráter educativo sobre a questão racial a serem exibidas nos intervalos da novela “Segundo Sol” e produzidas pela parte autora da ação.

BN