Esta imagem não é de Brumadinho, Fake News se espalham após tragédia

Numero de mortos pode passar de 300, em Brumadinho.


Muito provavelmente você deve ter assistido a um vídeo onde a força da correnteza varre um local onde máquinas e homens trabalham.

Na sexta-feira (25), logo após o rompimento da barragem operada pela mineradora Vale, na cidade de Brumadinho, estado de Minas Gerais, as imagens ganharam as redes sociais, mas é Fake News, o vídeo foi feito no rompimento de uma barragem em Laos, país do sudeste asiático e não tem qualquer relação com a tragédia brasileira.

O vídeo chegou a ser exibido em emissoras de Tv, ao mesmo tempo que outras imagens de enchentes ao redor do mundo, passaram a serem utilizadas como se fossem dos estragos causados pela barragem de rejeitos que fica localizada, na região do Vale do Feijão.

Até a manhã desta segunda-feira (28), eram 58 mortos confirmados e cerca de 300 desaparecidos.

O temor é que o dano ambiental se estenda ao Rio São Francisco que corta o país e pode ser atingido pelos rejeitos.