Velório é interrompido após morto supostamente apertar mão da esposa


Um velório foi interrompido na última sexta-feira (16), após a viúva de  Raimundo Bezerra de Sousa, de 61 anos, dizer que o falecido teria apertado sua mão. O caso aconteceu na cidade de São Luís do Curu no Ceará.

Testemunhas que compartilhavam do momento de dor dos familiares e amigos mais próximos, atestam que o corpo transpirou e se mexeu dentro do caixão. Bezerra teve a morte decretada após sofrer um infarto

Com a possibilidade de Bezerra estar vivo e o medo de sepultá-lo familiares acionaram o SAMU – Serviço de Móvel de Urgência, que não encontrou sinais vitais e autorizou o seguimento do velório, inconformados com mais um atestado de morte, o corpo foi retirado do caixão e levado ao Hospital Antônio Ribeiro da Silva, no município, que também não achou sinais de vida.

O idoso foi sepultado por volta de 18h.

Médicos ouvidos, acreditam que espasmos podem ter provocado o aperto de mão e possíveis movimentos do corpo no caixão.