Santa Rita: Mãe de garoto que teve espeto cravado em olho aguarda por consulta


Há um ano desde que teve um olho perfurado por um espeto , o menino Rian Santos, de 9 anos, ainda aguarda uma consulta de acompanhamento. O relato é da mãe dele, Marinalva Santos. Ao G1, ela informou que o procedimento com um neurologista foi indicado após o menino receber alta em agosto do ano passado após ficar um mês internado. Até o momento, Marinalva Santos não conseguiu marcar a consulta.

As tentativas começaram logo após o garoto voltar para casa. Santos disse que já foi à prefeitura e à secretaria de saúde de Santa Luzia, onde mora, para obter uma resposta, mas foi informada que não tem o médico especialista de que o garoto precisa. Ela ainda informou que, junto com o marido, não tem condições de custear as despesas médicas, por isso precisa da rede pública.

Rian Santos teve o perfurado no dia 22 de julho. Ele brincava com um colega com um espeto na mão. Em um momento, o garoto caiu e o espeto atingiu um dos olhos dele. 

BN