Homem denunciado por estupro e tortura é transferido para presídio e exonerado da prefeitura


O homem acusado de estuprar e torturar enteada, Eva Luana da Silva, foi exonerado do cargo de assessor técnico da prefeitura da cidade de Camaçari.

 

Thiago Oliveira Alves, estava preso desde 13 de fevereiro na DEAM, Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, de Camaçari e ontem (21) foi encaminhado para o Centro de Observação Penal de Salvador, segundo a Seap, Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia. O agressor já foi acusado de estupro e tortura e, segundo a Polícia Civil, ele nega as acusações.

 

Ele já tinha deixado o cargo desde 1º de fevereiro, dois dias depois da enteada ter denunciado o caso à Polícia Civil, mas a oficialização da exoneração no Diário pela prefeitura só saiu ontem. (Metro 1)