Fotos de bebê dentro da bolsa amniótica viralizam por ‘biquinho’ e ‘careta’


As fotos de um bebê que nasceu empelicado – quando a bolsa amniótica não se rompe – viralizaram em todo o mundo. Além do parto considerado raro, o pequeno Noah pareceu posar para as câmeras.

O bebê nasceu em 28 de janeiro, em um hospital de Praia da Costa, em Vila Velha (ES). “Foram engraçadas as caras e bocas que ele estava fazendo dentro da bolsa. Isso foi o diferencial. Quando vi ele fazendo careta e bico, falei ‘gente, como é que pode?’”, contou a mãe, Monyck Valasco, em entrevista ao G1.

De acordo com o médico Rafael Ângelo, responsável pelo procedimento, esse tipo de parto exige técnica, paciência e sorte. “A explicação para um parto empelicado seria um aperfeiçoamento na técnica para a retirada do bebê e muita paciência, nos casos da cesariana. Talvez isso até explique a suposta raridade do caso. Em média, ao abrir o útero para se retirar o bebê numa cesariana, demora-se menos de um minuto. Mas, no caso de você querer retirar o bebê de forma empelicada, esse tempo pode aumentar em até cinco vezes, porque temos que ter bastante paciência, cautela e, é claro, um pouco de técnica e sorte”.

 

Para registrar o nascimento de Noah, Monyck contratou a fotógrafa Janaína Brasil. Ela foi a responsável pelos cliques que ganharam as redes sociais. “Foi algo sensacional! Eu já tinha fotografado alguns empelicados, mas nenhum tinha feito bico, careta, todas aquelas estripulias que ele fez. Foi uma euforia de ver aquela cena”, disse.

BN