4 inventos para entreter as crianças e substituir os eletrônicos

Banheira para pets e saco de pancadas estão na lista da Associação Nacional do Inventores; objetos divertem e estimulam a criatividade e a responsabilidade.


Foto: Tec Mundo

Com a chegada das férias, é preciso ter criatividade para distrair as crianças, que estão cheias de energia e ávidas por novidades. Muitos apelam a tablets e celulares como forma de lazer. Atenta aos riscos que vícios tecnológicos podem trazer, a Associação Nacional dos Inventores (www.inventores.com.br) elencou quatro inventos disponíveis no Museu das Invenções que incentivam  a imaginação, auxiliam na dinâmica e atenção que os responsáveis precisam ter e ainda incluí os pequenos nos afazeres domésticos.

 

  1. Banheira para lavar pets

O animal de estimação requer tempo e atenção, ainda mais na hora do banho, quando vários se escondem para fugir da água e do sabão. A banheira para lavar pets, criada pela inventora Vivianne Baccini, ajuda nessa tarefa. Robusto, o objeto tem todas as funções necessárias para banhar os animaizinhos. Além de economizar com o pet shop, o utensílio proporciona a interação das crianças, fazendo com que elas ajudem no processo de limpeza ao mesmo tempo em que se divertem. “A criançada precisa ser estimulada com atividades que despertem curiosidade. Os pais precisam ter o cuidado de equilibrar o mundo digital com o real e fazer com que eles aprendam brincando, mesmo que seja com as tarefas da casa”, afirma Carlos Mazzei, presidente da ANI.

  1. Saco de pancadas para treinar lutas

Disciplina é um dos fundamentos básicos das artes marciais e pode ser exercitada em casa. Com o saco de pancadas, as crianças podem treinar como se fossem o próprio Anderson Silva ou o Popó e ainda ganhar tarefas complementares como as do icônico Daniel San, do filme Karatê Kid. O invento, pode ser usado tanto por adultos quanto por crianças e é multifuncional, pois ao mesmo tempo que incentiva o bom comportamento dos pequenos atletas, é ótimo para o gasto de energia deles o que é uma maneira de combater o sedentarismo.

 

  1. Aparelho para ninar

Quem tem bebê em casa sabe o quanto é difícil faze-los dormir: são horas no colo, balançando ou até dando uma volta de carro na tentativa de um cochilo do pequeno. Ao enxergar esse problema, César Luís desenvolveu o aparelho para ninar. Ele se resume em um instrumento que deve ser acoplado no carrinho e faz com que o mesmo se movimente sozinho, assim os pais otimizam tempo e podem realizar outras atividades, enquanto deixam o filho adormecer pela ajuda do utensílio. “Estatísticas mundiais comprovam que mais de 60% das invenções são elaboradas por causa das necessidades domésticas. Com a dificuldade do dia a dia aparecem as grandes ideias”, diz o presidente da associação.

 

  1. Suporte organizador de cabos

Com mais tempo livre, a curiosidade dos pequenos aumenta e o risco de acidentes caseiros também. Fios soltos são um perigo que podem causar desde tropeços e machucados ao bater numa quina, a choques e enforcamento. O suporte de ordenar cabos reduz essas ameaças e deixa o espaço mais organizado. Ele consiste em uma peça fabricada com material PVC, para agrupar os emaranhados de fios que sempre aparecem atrás dos aparelhos elétricos, os quais as crianças adoram colocar os dedos e bisbilhotar. Criado por Marcos Beloni, o invento possui patente e um ano de experiência comercial.

 

Essas e outras criações estão em exposição no Museu das Invenções, a Inventolândia, localizado no bairro de Perdizes, em São Paulo. As visitações podem ser feitas de segunda-feira a sexta-feira das 10h às 17h  e é uma opção de um lazer distrativo e criativo. “É um passeio cultural e também um grande estímulo para quem quer inventar. Inúmeras vezes ouvi depoimentos de pessoas que criaram coisas a partir dessa visita inspiradora,” finaliza Carlos.

 

Sobre a Associação Nacional dos Inventores

Instituição que auxilia inventores a comercializarem seus inventos. Criada em 1986 por Carlos Mazzei, a Associação Nacional dos Inventores fomenta o desenvolvimento de novos produtos no Brasil, desde dispositivos que ajudam na modalidade urbana até relativos à saúde, lazer, educação, etc. Além de facilitar o contato de inventores com a indústria, a ANI ajuda no registro das patentes – ao todo, já são cerca de 20 mil. Em 1992, a Associação criou o Museu das Invenções, único do tipo na América Latina e instalado no mesmo prédio, em Perdizes, São Paulo (SP).www.inventores.com.br.