Filha de João de Deus diz ter sido abusada pelo pai quando criança

João de Deus tem sido acusado por diversas pessoas de abusos sexuais.


As acusações contra o médium João de Deus, tem ganhador novas testemunhas, neste terça-feira (11), uma das filhas dele, identificada por Dalva, disse a uma rádio em 2016, ter sido abusada quando era crianças, segundo o relato, os abusos começaram aos 10 anos e seguiram até 14. A matéria foi exibida na noite de ontem pela Record.

“Ele é manipulador. Ele é mau. Ele é estranho, é diferente. Eu já pedi muito a Deus que ele se arrependesse do que fez e faz”, afirmou Dalva Teixeira no vídeo. Segundo ela, sua mãe havia tido um relacionamento breve com o médium e ela só conheceu o pai quando tinha 10 anos. “[Quando o conheci], ele tirou minha roupa toda, tirou a dele e ficou a noite inteira me molestando”, afirmou ela.

A vítima conta que ao 14 anos decidiu se casar e sair de casa, fato que causou revolta no pai, ao ponte de agredi-lá, “Me bateu muito, muito. Eu fui parar no hospital”. completou ela. O filho de Dalva, Paulo Henrique Ronda, em 2016 também gravou um vídeo acusado o avô de agressão.Bateram em mim e no meu irmão. Eram pistoleiros, e um deles disse: ‘não é para matar. É só para dar um susto para eles saberem que estão mexendo com peixe grande'”, Disse ele. No mesmo ano um o jornalista Thiago Mendes, gravou a entrevista, sobre o caso, mas foi aconselhado por familiares a não exibi-lá.

Em 2017, Dalva apareceu ao lado do pai em um vídeo, onde diziam nunca ter sido abusada por ele, as imagens foram divulgadas pela assessoria de João de Deus, mas os advogados de Dalva, alegação coação.

Após uma das vítimas ter revelado abusos, supostamente praticados por João de Deus, diversas pessoas se encorajaram e também o denunciaram.