“Dentro de casa todos nós entendíamos que aquele sítio era de Lula”, diz Odebrecht em depoimento


O empresário Marcelo Odebrecht prestou depoimento nesta quarta-feira (7) à Justiça Federal, em Curitiba, no processo do sítio de Atibaia, que tem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como réu por corrupção e lavagem de dinheiro.

Marcelo afirmou à juíza federal Gabriela Hardt, sucessora do juiz Sérgio Moro nos processos da Operação Lava Jato, que não havia dúvidas internamente de que o sítio pertencia a Lula.

Também prestaram depoimento nesta quarta o empresário Emílio Odebrecht, pai de Marcelo Odebrecht, e Alexandrino Alencar, ex-executivo da Odebrecht, que são delatores no caso.

“Eu nunca escutei isso de Lula, mas meu pai sempre deixou isso claro para mim que ele sabia estava sendo custeado. Dentro de casa todos nós entendíamos que aquele sítio era de Lula”, relatou Marcelo Odebrecht.

Segundo ele o tema foi debatido em uma reunião que teve com seu pai Emílio Odebrecht, o ex-presidente Lula e a então presidente Dilma Rousseff.

“Eu tenho certo na cabeça que o assunto do sítio foi tratado com Lula. Teve um momento que meu pai se afastou para falar com o presidente Lula e eu fiquei com a presidente Dilma. O que eu soube foi que esse pedido chegou via Alexandrino, foi autorizado por meu pai, que a obra era para o sítio do presidente. Eu não entrei em outros detalhes”, acrescentou.

Lula está preso em Curitiba desde abril após ser condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso triplex, a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

Assista: